Warning: A non-numeric value encountered in /home4/curs6802/public_html/experiencialize.com.br/wp-content/themes/Divi/functions.php on line 5760
(12) 3622-2576 / Whatsapp (12) 99793-4361 atendimento@experiencialize.com.br

É bem provável que você já saiba da importância de treinar e capacitar o time de vendas da sua empresa. Vendedores que sentem que estão crescendo pessoal e profissionalmente tendem a ser mais motivados e, consequentemente, trabalham melhor. Além do próprio fator da técnica que aumentará as chances dele conseguir fechar novos negócios.

O Blog Funil de Vendas organizou em um texto, algumas dicas essenciais para você capacitar sua equipe para vendas. Confira aqui!

1. Criar a cultura de buscar e compartilhar conhecimento

Antes de qualquer coisa, é fundamental que se incentive a busca da capacitação por conta própria e liberar, no mínimo, 2h semanais para isso. O vendedor precisa criar o hábito de acompanhar blogs, profissionais de referência e outros conteúdos e também não ser cobrado por não fazer uma ligação durante esse tempo de estudo.

Também é importante que se incentive o compartilhamento dos conteúdos e insights entre a equipe, assim, todos se sentiram encorajados para trazer assuntos e, além do mais, é uma ótima oportunidade de se treinar argumentos e persuasão ao discutir sobre o tema trazido.

Lembrando que o exemplo do gestor é sempre o melhor incentivo. Dessa maneira, o líder do time também precisa acompanhar as tendências e conteúdos para trazer ao time.

2. Acompanhar pessoas de referência na área

O Linkedin é uma ótima rede social não só para networking, mas também para acompanhar conteúdo de qualidade dos profissionais e das empresas. Se a sua equipe ainda não tem a prática, incentive que eles sigam e acompanhem pessoas referências na área de vendas, marketing e outros assuntos que estejam relacionados com o seu produto, serviço e cliente.

Essas pessoas de referência costumam compartilhar quase que diariamente dicas para o dia a dia, uma situação que aconteceu e a lição aprendida, artigos próprios, conteúdos relevantes de terceiros e muito mais. Na maioria das vezes, uma pequena dica pode trazer uma grande reflexão para equipe e ser tema de discussão.

Algumas sugestões de quem você e sua equipe podem seguir:

Daniel Scott: Scott trabalha na área de marketing, porém, considerando a importância de vendas e marketing trabalharem em sintonia, vale a pena ver os conteúdos e insights que ele traz diariamente.

Flavia Gomonar: A Flavia também tem foco em marketing e produção de conteúdo, mas, pelo mesmo motivo acima, vale o acompanhamento e ter novas ideias de prospecção de clientes.

Thiago Pirinelli: Um dos sócios do Funil de Vendas que posta com frequência dicas de como acelerar o processo de vendas.

3. Blogs, ebooks e outros materiais online

Sim, sabemos que existe muito blog superficial internet, mas garantimos que também existem aqueles que trazem conteúdos e ideias novas, com dicas práticas para a sua equipe estudar e aplicar. Também existem muitos sites que oferecem cursos gratuitos ou por um preço baixíssimo.

Um eBook que lançamos recentemente e que tem ajudado muitas equipes de vendas a planejarem suas metas, é o do Canvas do Funil de Vendas. Nele você saberá construir a verdadeira ciência do Funil de Vendas.

Confira alguns blogs e sites de cursos que recomendamos o acompanhamento, no mínimo, semanal:

Funil de Vendas: No blog você encontra muito conteúdo bom para auxiliar a sua equipe a ser melhor, desde técnicas de vendas a ferramentas que ajudarão a entender a jornada do cliente com a sua empresa.

Resultados Digitais: A maior referência em automação de marketing na América Latina possui um blog recheado de conteúdos para vendas, marketing, sucesso do cliente e muito mais.

Meetime: Um dos blogs que temos como referência de conteúdo ligado a vendas no geral e que falam de forma simples como performar sua operação de inside sales

Hubspot: Também referência em automação de marketing no mundo, a Hubspot publica conteúdos em português e em inglês, sendo interessante ficar de olho nas duas versões blog, já que nem sempre são os mesmos artigos.

Sebrae: Não podemos esquecer do Sebrae quando falamos em capacitação, principalmente quando é gratuita. Ele oferece cursos online e presenciais para os mais diversos segmentos de mercado, assim, a sua equipe pode se capacitar tanto em vendas como no mercado de atuação.

Coursera: A Coursera reúne aulas e cursos gratuitamente das melhores universidades do mundo, porém, a maioria está em inglês. Aqui o foco não é vendas em si, mas há vários conteúdos complementares que farão toda a diferença no dia a dia dos seus vendedores.

Udemy: Aqui os cursos não são gratuitos, mas, se acompanhar as promoções, é possível comprá-los por menos de R$50.

4. Acompanhamento próximo do gestor e feedbacks constantes

Pode ser muito difícil para vendedor fazer uma auto-análise e identificar quais os pontos de melhoria no seu trabalho, se é a forma de prospecção, falar ao telefone, fechar o negócio ou outro aspecto. Dessa forma, é papel do gestor acompanhar as métricas da equipe e passar essa visão holística a cada um por meio de feedbacks constantes.

Um feedback bem feito é extremamente produtivo ao vendedor que sai da reunião com um plano de ação feito para melhorar a sua performance e essa prática pode trazer ainda mais resultados se ela for feita semanal ou quinzenalmente. Pois, assim, há o acompanhamento do plano de ação e é possível fazer adaptações rapidamente.

Nessas reuniões de feedback, pode-se abordar não somente a performance do vendedor, mas falar sobre plano de carreira, onde ele quer chegar na empresa, no que quer desenvolver etc. Isso mantém o colaborador motivado e, como já falamos, uma pessoa motivada trabalha melhor e de forma mais produtiva.

5. Gravar e revisar as apresentações, reuniões, telefonemas etc

Uma prática muito comum entre os palestrantes, professores e pessoas que falam em público no geral é gravar a sua apresentação para ver e analisar depois. Isso pode ser feito com a equipe gravando as reuniões com prospects (quando possível, em vídeo também) e as ligações telefônicas.

Depois, o vendedor pode analisar a própria apresentação e entender onde precisa melhorar. Também é interessante o gestor olhar e passar as suas percepções ao colaborador.

6. Simular uma apresentação ao prospect

Fazer uma dinâmica de simular a apresentação ao prospect entre a própria equipe é extremamente produtivo. Aqui, é importante que cada um entre no papel de cliente e vendedor e façam, de verdade, uma apresentação comercial.

Quem estiver no papel de cliente, poderá simular os diversos perfis encontrados e trazer para a reunião as objeções mais escutadas, assim, quem estiver apresentado, terá que saber lidar com elas e com certeza não esquecerá desse momento quando estiver com um prospect real.

7. Workshops e treinamentos

Já foi comprovado que a melhor forma de aprender é ensinando. Por que não realizar um workshop interno onde eles mesmos apresentam?

Os temas podem ser definidos pelo gestor ou em conjunto com a equipe e então cada um será responsável por fazer uma apresentação. Pode-se falar sobre técnicas de vendas, mercado, cases de sucesso, benchmarking e muitos outros assuntos.

Continue no Blog da Experiencialize e obtenha mais conteúdos como esse!

Compartilhe

 

DESCUBRA

OS 7 PASSOS PARA AUMENTAR SUAS VENDAS 

CRIANDO UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA PARA SEUS CLIENTES.

BAIXE O E-BOOK GRATUITO