(12) 3622-2576 / Whatsapp (12) 99793-4361 atendimento@experiencialize.com.br

Hotéis, companhias aéreas, locadoras de automóveis e outras empresas do setor de viagens priorizam a experiência do cliente, por ser um dos diferenciais competitivos mais eficazes. De fato, as empresas que estão nessa área têm maior probabilidade de gerar fidelidade do cliente e maior probabilidade de gerar reputação positiva. Neste artigo, você descobrirá 8 maneiras mais eficazes da indústria do turismo melhorar a experiência dos clientes.

8 maneiras de melhorar sua experiência com o cliente

1. Quartos Inteligentes

Dentro da seção de hotéis do setor de viagens, uma das crescentes tendências de experiência do cliente é o uso da tecnologia de reconhecimento de voz para criar “salas inteligentes”. Essencialmente, eles permitem que os convidados controlem vários aspectos da sala por meio de comandos de voz simples, tornando a experiência mais conveniente.

Um dos exemplos mais conhecidos disso é o Alexa for Hospitality, um serviço da Amazon, que já está sendo usado pela Marriott. Alto-falantes inteligentes estão incluídos nos quartos do hotel e os hóspedes podem se comunicar com o aparelho para fazer perguntas, descobrir informações e ativar ou desativar outros dispositivos na sala.

2. Chatbots e Inteligência Artificial

Com os avanços modernos da inteligência artificial, agora é possível que os sistemas de computadores ou máquinas executem funções que tradicionalmente requeriam envolvimento humano direto. Isso pode ser de enorme benefício para empresas de todas as variedades dentro da indústria do turismo, porque permite uma automação muito maior.

Um exemplo significativo disso são os chatbots, que podem ser usados ​​por hotéis, agências de viagens e companhias aéreas para oferecer atendimento ao cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana, ou processos de reservas totalmente automatizados. A principal vantagem disso, em termos de experiência do cliente, é o tempo de resposta rápido, o que significa que os clientes receberão respostas rápidas, mesmo no meio da noite.

3. Marketing de Personalização

A premissa básica por trás do marketing de personalização é fornecer mais conteúdo promocional direcionado aos usuários. Isso geralmente é obtido por meio de coleta de dados e algoritmos digitais automatizados, e permite que o conteúdo seja distribuído para usuários específicos, que têm interesses e hábitos de navegação específicos ou que se enquadram em informações demográficas específicas.

Como resultado disso, o conteúdo promocional é mais relevante para os indivíduos e dentro da indústria de viagens, isso pode ser particularmente importante. Por exemplo, pode significar que um usuário que navegou em um site de um determinado hotel verá anúncios desse hotel nas redes sociais. No entanto, também pode permitir que as empresas direcionem seu conteúdo para dados demográficos mais específicos também. As empresas de táxi, por exemplo, podem ter como alvo as pessoas localizadas em um determinado aeroporto ou cidade.

4. Realidade Virtual

Nos últimos anos, a tecnologia de realidade virtual cresceu significativamente e os headsets de realidade virtual são agora um produto de consumo mainstream. Isso proporciona uma grande oportunidade para as pessoas da indústria do turismo, porque a RV tem o poder de transformar virtualmente o ambiente do usuário, colocando-as efetivamente em um ambiente diferente.

Os usos potenciais para isso são quase infinitos. Alguns agentes de viagens online estão usando a tecnologia para permitir que os clientes experimentem quartos de hotel antes de contratá-los, enquanto outras empresas de viagens desenvolveram experiências virtuais, que permitem a um hóspede ter uma ideia de como é estar em uma grande atração turística.

5. Realidade Aumentada

A realidade aumentada é uma tecnologia semelhante à RV, embora seja mais acessível ao cliente médio, exigindo apenas um smartphone e um aplicativo relevante. Em vez de substituir totalmente o ambiente de um usuário, no entanto, a realidade aumentada preocupa-se em aprimorar ambientes do mundo real por meio de sobreposições.

Para aqueles que trabalham no setor de viagens, a principal maneira de usá-los para melhorar a experiência do cliente é fornecer informações adicionais. Assim, por exemplo, um aplicativo de viagem pode permitir que os usuários apontem seu telefone para um ponto de referência e descubram mais sobre ele, ou apontem o telefone para um restaurante e vejam avaliações de clientes e avaliações de higiene.

Encontre informações mais detalhadas e exemplos sobre como a realidade aumentada pode beneficiar sua empresa no artigo “Como a realidade aumentada está revolucionando o setor de viagens”.

6. A Internet das Coisas

A conectividade com a Internet nos dispositivos do dia-a-dia, comumente chamada de “Internet das Coisas”, tem sido um grande disruptor na indústria de viagens e turismo. As empresas que pretendem oferecer em termos de experiência do cliente podem usar esses recursos para aumentar a conveniência, maximizar o conforto e até mesmo antecipar a necessidade de reparos.

Nos hotéis, os dispositivos podem ser configurados para detectar e responder automaticamente às condições em tempo real, o que significa que a temperatura e a luz podem ser reguladas automaticamente. Todas as indústrias podem ver informações ao vivo sobre o status operacional dos dispositivos, permitindo reparos rápidos, enquanto a IoT também pode ativar serviços baseados em localização.

7. Robôs

Outra grande tendência tecnológica que surge em todos os setores é o aumento do uso de robótica e estes também têm a capacidade de melhorar drasticamente a experiência do cliente. Dentro da indústria do turismo, em particular, eles podem desempenhar vários papéis, desde robôs de segurança até robôs que oferecem serviços dentro dos hotéis.

O Japão produziu um dos exemplos mais notáveis ​​de uma experiência de cliente com robótica, com o Henn-na Hotel sendo totalmente equipado com robôs, desde robôs de check-in até carregadores de bagagens robóticos. Para aeroportos e companhias aéreas, os robôs podem ser usados ​​para tudo, desde a detecção de armas até o descarte de bombas, aumentando a segurança.

8. Conteúdo Gerado pelo Usuário

Por fim, o conteúdo gerado pelo usuário refere-se a qualquer conteúdo produzido por usuários ou clientes, e não pelo negócio. Dentro do setor de viagens, um dos exemplos mais óbvios disso são imagens que são carregadas em sites de mídia social por usuários, e estas podem ser extremamente influentes, porque elas geralmente representam a opinião do cliente.

Para os que trabalham na indústria do turismo, o truque é encontrar maneiras de permitir que os clientes criem conteúdo gerado pelo usuário que acrescente à sua experiência, além de servir como marketing boca a boca positivo. Muitas atrações turísticas, por exemplo, conseguem isso por meio de estandes de fotos de marca, que permitem aos clientes capturar momentos de sua visita e enviá-los para a mídia social com facilidade, com um logotipo ou alguma outra forma de marca sutil.

É essencial que as pessoas do setor de viagens priorizem a experiência do cliente, e os negócios que se destacam nessa área geralmente conseguem obter uma vantagem competitiva significativa em relação aos concorrentes. As oito formas listadas neste artigo podem ajudar as empresas de turismo a oferecer uma experiência maior e, subsequentemente, colher as recompensas.

*Texto publicado em inglês pela REVFINE e traduzido pela Experiencialize.

Leve o Marketing de Experiência para a sua empresa!

Compartilhe

 

DESCUBRA

OS 7 PASSOS PARA AUMENTAR SUAS VENDAS 

CRIANDO UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA PARA SEUS CLIENTES.

BAIXE O E-BOOK GRATUITO