O que mais conta na hora de um cliente voltar a comprar em determinada marca é a experiência que ele teve na sua primeira compra. Ou o relato de alguém sobre uma empresa; seja um amigo, vizinho ou familiar, a famosa persona influenciadora. O ponto de diferença é a experiência, esse é o grande porquê dos produtos e serviços atualmente; esses itens não são mais a primeira coisa a ser procurada, afinal, se produto for a única coisa a se levar em consideração, qualquer concorrente pode “roubar” sua clientela. Continue lendo aqui o texto escrito pelo Alume.

“Se eu não vendo meus produtos, vou vender o que?”


A palavra certa, e única viável, para essa pergunta é: experiência! O que faz uma pessoa decidir pelo seu produto ao invés do concorrente é o que você oferece a ela. Essa relação que existe entre sua marca e seu público, através de estímulos e aprimoramento, tem como propósito a fidelização dos clientes. Mas como fazer isso?

Estamos numa era onde não existe tempo, na verdade, ele é pouco para a quantidade de coisas que precisamos fazer no dia. Por isso, é preciso existir momentos inesquecíveis; aqueles que estamos com nossos amigos e familiares precisa ser único e trazer boas lembranças para o futuro. A ideia do marketing de experiência é ser como esses momentos ou até mesmo fazer parte deles.

Isso é uma estratégia de marketing onde o principal objetivo é criar uma interação muito importante e intensa entre consumidor, marca e até parceiros. Despertando com esse envolvimento emoções positivas, a marca acaba criando experiências marcantes, e elas acabam agregando valor ao nome da empresa.

Leia também: 4 dicas matadoras que a Disney pode nos dar sobre negócios

Não há venda de algo tátil, como produtos ou serviços. Sua marca deve oferecer sensações, sentimentos; faça seu cliente se sentir feliz, orgulhoso e satisfeito com aquilo que irá adquirir da sua empresa. Lembre-se: as pessoas compram momentos, situações de felicidade. Esse é o grande segredo e desafio das marcas, se inovar trazendo emoções memoráveis.

Como faço isso?


Os pontos de contato são uma das formas de colocar essa estratégia em ação. Eles são todos os lugares em que o cliente tem uma comunicação com a marca; onde algo pode ser ligado ao nome da empresa. Seja com uma propaganda, o atendimento, a embalagem, site ou rede social. E esses pontos estão presentes durante toda a trajetória do cliente, por isso é através deles que o marketing de experiência deve ser aplicado, é onde veremos resultado.

Naquele momento em que o público está identificando na marca o conceito e história, está sendo construído uma relação. Com uma tática de comunicação bem elaborada e inteligente, a marca cria um vínculo e relevância com esse público. O consumidor procura isso: um sentido para se identificar com a marca. Acontecendo essa identificação não há nada mais simples do que proporcionar boas experiências.

Falamos tanto sobre proporcionar sensações que vamos te dar alguns exemplos de marcas que fazem isso. E com certeza você é apaixonado por uma delas.

– A Disney vende sonhos

– A Coca-Cola vende felicidade

– Hollywood vende entretenimento

– A Apple vende praticidade e agilidade

Gostou da nossa postagem? Deixe seu comentário e até a próxima!

Compartilhe

 

DESCUBRA

OS 7 PASSOS PARA AUMENTAR SUAS VENDAS 

CRIANDO UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA PARA SEUS CLIENTES.

BAIXE O E-BOOK GRATUITO