A brincadeira é velha, mas sempre se faz atual. Sem dúvida, entre essas experiências, a segunda alternativa é bem mais barata. Brincadeiras à parte, hoje gostaria de refletir junto aos jovens empreendedores desse “Brasil de muitos talentos”.

Um dos grandes anseios que permeia a sociedade jovem empreendedora hoje em dia é a indecisão, somada à busca por prazeres instantâneos, sem grandes expectativas de riqueza e sonhos limitados às próximas semanas.

Será que a falta de reais projetos de vida não seria uma das molas propulsoras dessa situação atual?

Como viver sem um prazeroso projeto de vida? Que objetivos você coloca no horizonte, de curto, médio ou longo prazo? Não digo só objetivos econômicos, nem sempre são metas financeiras ou dependentes diretamente de dinheiro. Os cifrões servem como um dos instrumentos para a realização do projeto estabelecido.

Você já parou pra pensar no que gostaria de estar fazendo daqui 50 anos? Com certeza na virada do ano, demos uma “planejada” até 2018. Mas, percebe como geralmente não pensamos a longo prazo? Deixamos que a rotina nos conduza de forma tão automática e passiva, que perdemos a noção do tempo. Tempo valioso para refletir sobre o que desejamos pra nós mesmos, para nossa carreira ou empresa.

Tenho uma boa sugestão e que dá para clarear esse contexto nebuloso em apenas alguns minutos. Porém, tem que ser minutos de dedicação exclusiva, de pura reflexão. Consegue se dar esse tempo?

Ano passado escrevi o livro EXPERIENCIALIZE – Os 7 passos para transformar produtos e serviços em experiências memoráveis, sobre marketing de experiência, no qual o primeiro passo que apresento, fala sobre um assunto que pode te auxiliar a achar este norte, que esta aí dentro de você. Você só precisa ser sincero com você mesmo e se permitir. #ficaadica

Qual a sua causa emocional? Sabe o que é isso? Possivelmente é por falta dela que pode estar vivendo essa indecisão.

A troca de rota passa por uma combinação de respostas para essas perguntas. Qual futuro quero ter? Como vou chegar lá? O que preciso fazer para alcançar?

Vale lembrar que dinheiro não é tudo, como dito, ele é um dos elementos. Se não houver motivação, desejo, objetivo, força de vontade, alegria, experiências, o dinheiro desaparece. Esse texto não tem por objetivo trazer uma solução, mas oferecer essa reflexão cheia de perguntas. Afinal, o que realmente move você? Qual é a sua paixão?

 

DESCUBRA

OS 7 PASSOS PARA AUMENTAR SUAS VENDAS 

CRIANDO UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA PARA SEUS CLIENTES.

BAIXE O E-BOOK GRATUITO